A Verdadeira Felicidade!

Felicidade

 

Nestas últimas semanas tenho falado com vários amigos que me têm dito algo em comum: “Estou a pensar sair do país!” Não é que isto me surpreenda, pois não é nada de novo… cada vez há mais pessoas a fugir por causa da “crise”!

O desemprego ou a procura de um trabalho na área, melhores condições financeiras e melhores condições de vida têm sido os principais motivos que os está a levar a sair.

No entanto, depois de reflectir um pouco sobre isto, tenho-me apercebido que esta fuga à “crise” está a camuflar algo mais do que isso! Está a camuflar a fuga que cada pessoa tem de si mesma!

Muitos de nós vivemos incessantemente à procura de TER uma melhor casa, TER um melhor carro, TER mais dinheiro, TER mais e mais de tudo o que é material. Procuramos saciar os nossos “vazios” pela conquista material e profissional para nos sentirmos mais felizes, desejados e realizados! A nossa felicidade está altamente depende daquilo que possuímos!

E quando perdemos alguma dessas coisas? Lá se foi a felicidade…

Não é que TER algo material seja mau! Nada disso…

O problema é quando a nossa felicidade começa a depender desse sentimento de posse. Nesse momento o nosso foco de atenção passa a estar centrado na matéria e deixamos de conseguir ouvir o que o nosso coração tem para nos dizer! Passamos a ligar exclusivamente à razão para lidarmos com as situações do dia-a-dia.

E o que é que o nosso coração tem para nos dizer?

A felicidade é um estado de consciência. É algo interno e por isso não pode ser encontrado fora.

Quando paramos e meditamos para ouvir o nosso coração ou o nosso “Eu interior”, podemos compreender a profundidade e a dimensão do nosso SER. Verificamos que temos um mundo interior que necessita de ser melhorado e necessita de muito mais atenção do que aquela que temos dado! A nossa Felicidade depende do nosso equilíbrio interno!

É precisamente por isso que muitos fogem a esta mudança interna! Quando observamos o nosso interior e começamos a tomar CONSCIÊNCIA do quanto necessitamos de mudar, ficamos com medo. Medo da mudança, medo do desconhecido e acabamos por preferir satisfazer esse vazio com as coisas exteriores.

Mudar o nosso foco do TER para o SER é complicado. Exige um desprendimento de coisas a que estamos há muito agarrados.

É difícil mudar, mas vale a pena o esforço e dedicação! Afinal quem não quer ser Feliz?

Veja como podemos ajuda-lo a dar o primeiro passo no seu Desenvolvimento Pessoal com Treino Integrado. Saiba mais AQUI. 

 

Posted in Treino Integrado.

Deixar uma resposta